O que você precisa saber sobre amortização de financiamento imobiliário

A amortização de financiamento pode ser uma boa saída para quem deseja diminuir o período do pagamento de dívidas mensais com juros, uma vez que um financiamento imobiliário geralmente possui muitas parcelas e dura anos.

Os temidos juros, quando há o adiantamento das parcelas, são evitados ou amenizados. Isso acontece porque você antecipa o pagamento e as taxas não serão cobradas em cima dos valores mensais. Caso não consiga acabar com a dívida de uma vez, os juros incidem em um valor mais baixo e as parcelas também ficam mais em conta.

Vale a pena ler este artigo caso você esteja pensando em quitar sua dívida mais rapidamente ou diminuir o valor a ser pago! Acompanhe e descubra um pouco mais sobre a amortização de financiamento imobiliário.

Quais são as vantagens de utilizar a amortização de financiamento?

Não é sempre que optar pela amortização é a melhor saída no caso de financiamentos. Mas, dependendo do momento, a decisão pode ser bem vantajosa. Aqui, analisaremos o que você precisa dar atenção ao tomar essa decisão. Pegue papel e caneta e vamos lá!

Aliviar o orçamento familiar

É importante verificar a situação do seu orçamento familiar, pois, muitas vezes, ele pode ficar muito apertado por causa dos valores da prestação. Assim, antecipar ou quitar as parcelas pode ser uma boa saída para evitar um longo período de dívidas familiares.

Venda de imóvel

Se a sua intenção é vender o imóvel, vale a pena pensar em amortização. Isso porque, quando você termina de pagar o imóvel, é muito mais tranquilo negociar seu valor. Dessa forma, você tem uma noção de quanto gastou até ali em questão de preço total de compra mais os juros.

Diferença no valor final

Se você fizer uma análise com o banco ou com uma instituição financeira e perceber que os juros do financiamento são superiores aos juros que poderia gastar em uma aplicação financeira, por exemplo, também vale a pena. Observar as taxas e colocar tudo no papel facilita na hora de ver a diferença no valor final a ser pago.

Assim, não basta simplesmente decidir quitar essas dívidas caso você não tenha certeza se é o caminho correto a ser tomado. A seguir, organizamos os dois métodos de amortização de financiamento imobiliário para que possa descobrir qual é a melhor solução para seus negócios. 

Quais são os tipos de amortização disponíveis no mercado?

Existem dois tipos mais comuns de sistema de amortização. Analisaremos o SAC (Sistema de Amortização Constante) e a tabela PRICE (ou sistema francês).

SAC: como funciona?

Como os financiamentos imobiliários tendem a ser mais longos, o método mais comum é o SAC. Nesse caso, o valor será o mesmo, ou seja, as primeiras parcelas são mais altas, enquanto as últimas vão diminuindo. Assim, os juros são cobrados sobre um valor mais em conta. Essa opção é mais vantajosa quando falamos de dívidas a longo prazo.

PRICE: vale a pena?

No modelo PRICE, ao contrário do SAC, o valor sobe ao passar do tempo, pois as parcelas são fixas. Assim, elas vão sendo pagas de modo mais lento, acarretando juros totais maiores no valor final. Como os juros são calculados antecipadamente, são distribuídos de forma igual ao longo de toda a dívida.

Como é possível utilizar o FGTS?

Caso você tenha um saldo no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), há a possibilidade de liberar e incluir esse valor no planejamento de amortização. É uma opção que não pode ser usada em todas as modalidades, porém, vale a pena calcular e consultar uma instituição que dê um parecer sobre o seu caso.

Para usar o FGTS, é necessário que o imóvel esteja de acordo com as regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Assim, há algumas condições que precisarão ser seguidas antes de utilizar o FGTS, por isso, é importante ficar atento a todos os detalhes ao assinar qualquer contrato.

Como o planejamento pode te ajudar?

Como em todos os casos de dívidas a longo prazo, o mais importante a ser feito inicialmente é se planejar. Para isso, informe-se sobre todas as taxas cobradas pelas instituições ou bancos em relação à amortização.

Às vezes, as taxas deixam o processo muito caro, sendo mais coerente pagar as parcelas da maneira como foram programadas inicialmente. Assim, a análise detalhada é a melhor solução para o planejamento de seu projeto.

Como analisar os juros?

Ao tomar a decisão de amortização de financiamento, uma das partes centrais que devem ser levadas em consideração é a correção da taxa de juros. Os bancos, geralmente, colocam no contrato para que não percam a quantia corrigida futuramente.

Assim, fique de olho se o seu contrato possui índices de correção pós-fixados — sendo somados todos os meses à taxa de juros; ou se o seu financiamento tem índices de correção pós-fixados, ou seja, não há certeza dos valores que você pagará, pois podem ser alterados após anos.

Quando se amortiza um financiamento para terminá-lo mais rápido, você não tem controle sobre as oscilações do mercado ao longo dos anos. Por isso, é importante que a decisão seja pensada e analisada.

Como facilitar o processo de amortização imobiliária?

Você percebeu que existem muitos detalhes a serem levados em consideração na hora de optar por esse tipo de financiamento, certo? Vamos recapitular:

  • análise de vantagens;
  • os tipos disponíveis no mercado;
  • a possibilidade de utilizar o FGTS;
  • como se planejar corretamente;
  • compreender como funcionam os juros.

Enfim, é uma série de coisas que devem ser pensadas. Mas não é necessário fazer tudo isso sozinho. Com a ajuda de uma imobiliária de confiança, você pode ter orientação durante todo o processo e tomar suas decisões de forma mais tranquila.

A Metropolis Brokers faz esse trabalho de te auxiliar para que você não precise perder a cabeça ao decidir quais são os melhores caminhos a ser escolhidos. É uma imobiliária com mais de 10 anos de experiência no ramo. Com transparência e profissionalismo, fica muito mais fácil organizar os projetos e tomar decisões em relação à sua vida financeira. Venha tirar suas dúvidas conosco!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.