6 critérios utilizados no laudo de avaliação de imóvel

Uma das etapas mais importante da hora de compra e venda de imóvel é a avaliação. Muitos equívocos podem acontecer durante esse processo, o que pode, por exemplo, definir a venda mais rápida ou não do bem. Por isso, o laudo de avaliação de imóvel é fundamental para que toda a negociação transcorra de forma adequada.

Esse documento deve ser feito por um profissional capacitado, já que para sua elaboração é necessário seguir regras e procedimentos para que o mesmo possa ser considerado válido. Esse laudo também pode ser utilizado em outros casos, como em situações em que o imóvel esteja envolvido em processos judiciais.

Quer saber mais sobre esse assunto? Neste post, vamos explicar o que é o laudo de avaliação de imóvel, qual sua importância e os critérios que devem ser utilizados para a elaboração desse documento. Confira e boa leitura!

O que é o laudo de avaliação de imóvel?

O laudo de avaliação de imóvel é um documento que deve ser emitido por profissionais, como corretores de imóveis, arquitetos ou engenheiros, de empresas especializadas que estipulam o valor do bem, conforme a realidade do mercado imobiliário daquele momento. Esse laudo pode ser gerado para imóveis comerciais e residenciais.

A avaliação é feita com base em critérios determinados pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, pela NBR 14.563. Esse processo é complexo e o laudo pode servir, em alguns casos, até mesmo como instrumento jurídico.

Qual a importância desse laudo?

O laudo de avaliação do imóvel é fundamental para que se possa calcular o valor justo de um bem. Ou seja, conforme a análise do mercado imobiliário e os critérios determinados por instituições e órgãos de regulamentação, profissionais capacitados precificam o imóvel.

Além disso, o laudo de avaliação do imóvel é importante para se evitar uma série de problemas futuros com documentação incorreta e surpresas desagradáveis. O documento também pode ser necessário em acordos e decisões judiciais, financiamento imobiliário e partilha de bens.

Quais os critérios utilizados na avaliação?

Para elaborar o laudo de avaliação de imóveis, uma série de itens são avaliados pelos profissionais para que se chegue ao valor justo do bem, conforme o mercado imobiliário naquele momento. Dentre os itens avaliados, seguem os principais:

1. Localização

Um dos pontos principais que deve ser avaliado na hora de precificar um imóvel é a sua localização. É preciso verificar o que a região oferece de infraestrutura para seus moradores, como acesso a transporte público, comércio próximo, áreas de lazer, segurança, restaurantes, escolas e hospitais.

Todos esses pontos favorecem a qualidade de vida dos residentes da região, elevando automaticamente o valor do metro quadrado do imóvel. Além disso, o desenvolvimento do bairro e do entorno é analisado, já que é fundamental pensar na valorização do imóvel com o passar do tempo.

2. Documentação

Qualquer imóvel que possua dívidas ou outros tipos de irregularidades têm automaticamente seu valor reduzido. Para elaborar o laudo de avaliação de imóvel, o profissional analisará toda a documentação do bem com intuito de verificar se todas as taxas e impostos estão pagos, se existe alguma pendência relacionada a heranças, inventários ou qualquer tipo de ação judicial que possa prejudicar ou dificultar a negociação.

3. Acabamento

O estado de conservação do imóvel é outro ponto observado pelos profissionais na hora de elaborar o laudo técnico de avaliação do bem. Detalhes como rachaduras, fechaduras estragadas, infiltrações nas paredes ou qualquer outro tipo de situação que leve a reparos ou reformas devem ser contabilizados e anotados no laudo.

Além disso, falhas e desníveis em azulejos, condições dos pisos da pintura da área externa e interna são avaliados pelos profissionais na hora da elaboração do documento. Essa verificação é necessária porque caso haja alguma necessidade de reforma ou reparo, o imóvel precisa ter seu valor diminuído. Por outro lado, imóveis com ótimos acabamentos e revestimentos de alta qualidade elevam consideravelmente o valor do bem. 

4. Instalações

Tanto elétricas quanto hidráulicas, as instalações também são consideradas na hora da elaboração do laudo de avaliação de imóvel. Com bastante conhecimento técnico, os profissionais avaliam componentes elétricos e hidráulicos. Essas instalações são fundamentais para a boa qualidade da estrutura do imóvel e, por isso, passam por uma inspeção minuciosa. São analisados:

  • chuveiros, descargas e torneiras;
  • vazamentos e entupimentos;
  • ralos;
  • vazão de água;
  • conservação dos fios e cabos;
  • funcionamento dos interruptores e tomadas;
  • lâmpadas;
  • condições da caixa de força.

5. Fachada

Toda a parte da frente do imóvel também é alvo de inspeção para a elaboração do laudo de avaliação. Calçamento, portões, janelas, grades e portas são alguns dos elementos que compõem a fachada e são criteriosamente avaliados. Quando não possuem rachaduras, ferrugem, arranhões, trincas ou desníveis são considerados bem conservados. Em casos de portão automático, o seu funcionamento também é verificado.

6. Revestimento

Outro ponto verificado é o revestimento de pisos e paredes. Os profissionais verificam se existe a presença de umidade, mofo, rachaduras ou qualquer outra anormalidade que possa levar a infiltrações e vazamentos na residência. As condições da pintura dos cômodos também são consideradas para a elaboração do laudo de avaliação de imóvel.

Quando o laudo de avaliação pode ser usado?

Um dos casos mais comuns onde o laudo de avaliação de imóveis é usado são nas ações judiciais. Reintegração de posse ou desapropriação pedem esse documento para que se possa ter noção exata do valor da propriedade, seja ela casa, lojas ou até terrenos. Os financiamentos também são motivos para solicitar o laudo de avaliação. Geralmente, as instituições financeiras ou os bancos pedem o documento para se certificarem do valor do imóvel.

Em alguns casos de heranças e divórcios, a justiça pode solicitar o laudo de avaliação, sobretudo quando houver divergência a respeito do real valor do patrimônio. Em casos de gestão patrimonial, como algum tipo de fusão, dissolução de sociedade ou liquidação de empresas, pode ser solicitado o laudo para que se verifique o valor do ativo imobilizado.

Portanto, o laudo de avaliação de imóvel é fundamental para determinar o valor de uma determinada propriedade em diversas situações, garantindo que a precificação seja justa e esteja de acordo o mercado imobiliário. Para obter um documento confiável, conte com uma boa imobiliária. A Metropolis Brokers possui profissionais qualificados e capacitados para realizar suas transações imobiliárias com segurança, sucesso e conforto.

Quer saber mais sobre o mercado imobiliário? Entre em contato com os corretores da Metropolis Brokers e tire todas as suas dúvidas!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.