7 principais riscos de comprar um imóvel direto com o proprietário

A compra de um apartamento ou casa é um dos momentos mais importantes da vida de uma pessoa. Por isso, é preciso fazer diversas pesquisas e visitas, além de passar por um processo burocrático, que envolve muita papelada. Para driblar a assistência imobiliária, algumas pessoas optam por comprar imóvel direto com o proprietário. Porém, essa escolha oferece riscos e deve ser analisada com atenção.

Adquirir um imóvel é um processo que envolve um alto valor financeiro e engloba análises de documentação, visitas técnicas, negociação, definição da forma de pagamento, avaliação da documentação e a tão esperada assinatura. Essa transação requer cuidado e ajuda profissional para evitar prejuízos e muita dor de cabeça.

Por isso, antes de comprar um imóvel direto com o proprietário é importante avaliar todos os riscos envolvidos na transação. Neste artigo, vamos apresentar os principais erros cometidos nesse tipo de negociação e como o apoio de uma imobiliária garante mais segurança ao processo. Confira!

Quais são os riscos de comprar imóvel direto com o proprietário?

Na hora de construir um patrimônio imobiliário é fundamental avaliar todos os riscos para diminuir as chances de transtornos e atrasar o sonho da casa própria. Algumas pessoas acreditam que comprar uma casa ou apartamento direto com o proprietário é mais vantajoso, mas essa transação tem muita chance de gerar prejuízos e desgastes. Veja os principais riscos de comprar um imóvel direto com o proprietário!

1 Avaliação incorreta do imóvel

A compra direta de um imóvel pode não apresentar informações que estejam de acordo com a realidade. Uma avaliação incorreta da casa ou apartamento resulta em um investimento desnecessário pelo consumidor, que pode pagar um valor mais alto do que realmente vale aquele bem. São vários aspectos que determinam a precificação de um imóvel, como as condições da estrutura, localização, dimensões, estilo e qualidade dos materiais usados para reforma ou construção da edificação.

2 Desconhecimento sobre a documentação

A separação e preparação dos documentos necessários para a compra de um imóvel é a parte mais importante do processo. A ausência de uma análise minuciosa da documentação atual do imóvel, feita por profissionais capacitados, tende a gerar muita dor de cabeça e até mesmo disputas judiciais.

Além disso, para garantir legalmente a propriedade é imprescindível providenciar a assinatura da escritura e o registro do imóvel. Como esse é um processo burocrático e que exige avaliação de vários contratos e certidões, é fundamental obter a ajuda de uma imobiliária de confiança.

3 Falta de segurança nas transações

A compra de um imóvel direto com o proprietário não representa segurança para o comprador. No processo de negociação de uma casa ou apartamento, a imobiliária tem o papel de analisar a situação do imóvel, como dívidas ou se é alvo de algum processo judicial. O trabalho dos corretores também assegura uma precificação justa para a propriedade.

Além disso, a falta da intermediação de uma assessoria imobiliária pode levar o consumidor a ser vítima de algum tipo de golpe. Os mais cometidos pelos criminosos nesse setor são:

  • vender imóveis de outras pessoas;
  • negociar um mesmo imóvel para vários consumidores;
  • vender um imóvel que foi invadido.

Para evitar esse tipo de transtorno e garantir mais segurança na negociação, conte sempre com o auxílio de uma imobiliária.

4 Problemas de manutenção

As vistorias são realizadas pelos profissionais do mercado imobiliário para garantir que a parte hidráulica e elétrica do imóvel estejam em boas condições de uso. Eles sabem exatamente quais questões analisar ao visitarem um imóvel. Ao comprar uma casa ou apartamento direto com o dono, esses problemas podem passar despercebidos, já que podem surgir de forma silenciosa sem que o proprietário perceba.

5 Escolha de um imóvel inadequado

Além de analisar os aspectos burocráticos e de manutenção relacionados à transação, é importante que o imóvel atenda às necessidades de quem ocupará o espaço. É normal que, na ânsia de fechar o negócio, alguns detalhes passem despercebidos. Uma boa assessoria imobiliária analisa questões ligadas à infraestrutura da região, como disponibilidade de internet, transportes, assistência médica e tudo aquilo relacionado à qualidade de vida dos futuros moradores.

6 Limite das opções de financiamento

Ao adquirir um imóvel junto a uma imobiliária, o interessado poderá contar com várias formas de financiamento daquele bem. Assim, é possível adequar as condições de pagamento conforme a realidade financeira do cliente. Além disso, imóveis negociados por intermédio de corretores imobiliários proporcionam segurança e eficiência ao negócio.

Já quando a compra é realizada direto com o proprietário, as opções de financiamento são limitadas e não existe nenhuma garantia de que o bem será realmente repassado ao comprador ao final do processo.

7 Dificuldade na elaboração do contrato de compra e venda

O contrato de compra e venda de um imóvel traz informações fundamentais que comprovam os dados especificados pelas partes, garantindo mais segurança e transparência ao negócio. Esse documento deve ser preparado por um profissional especializado, com conhecimentos técnicos e legais, para garantir sua validade. Ao comprar um imóvel direto com o proprietário, o contrato pode ser feito com informações incompletas, o que compromete a eficácia da transação.

Como fazer a compra de um imóvel com segurança?

Para ter a garantia que você está fazendo um negócio seguro e de baixo risco, algumas dicas devem ser levadas em consideração. Primeiro, escolha uma casa ou apartamento que seja adequado às demandas e necessidades da sua família. Dê preferência a imóveis com valores acessíveis, espaço adequado e facilidade de acesso. Além disso, é importante que a propriedade esteja localizada próximo a centros comerciais, escolas e opções de lazer. Analisar a distância percorrida entre o imóvel e o trabalho também é fundamental para a qualidade de vida dos moradores.

A vistoria é outro ponto importante. Quando bem feita, com a ajuda técnica de um profissional, as chances de gastos com serviços de manutenção são reduzidas. Além disso, é uma garantia de que o imóvel está de acordo com as descrições do contrato. Por isso, anote todas as taxas e impostos a serem pagos e confira a documentação do imóvel em questão para evitar surpresas.

Portanto, para evitar maiores problemas ao comprar imóvel direto com o proprietário, a melhor alternativa é contar com o apoio de uma imobiliária de confiança. Por serem facilitadoras das etapas da negociação, oferecem mais transparência e segurança ao realizar esse investimento.

E aí, gostou deste post? Se você quer conhecer os melhores imóveis que cabem no seu orçamento, entre em contato com os nossos consultores e encontre a oportunidade ideal. Até a próxima!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.