Seguro incêndio é obrigatório?

Na hora de alugar, comprar ou vender um imóvel existem alguns seguros e processos que devem ser providenciados. Para alugar, por exemplo, a Lei do Inquilinato determina cláusulas que devem ser seguidas para assegurar o conforto dos moradores e tranquilidade do proprietário, além de evitar possíveis problemas. O seguro incêndio é obrigatório e assegura maior proteção para a propriedade e aos inquilinos.

Essa garantia serve para cobrir possíveis danos causados pelo fogo, independentemente se tenha começado dentro ou não do imóvel. Ou seja, o seguro incêndio proporciona ajuda financeira caso o incêndio aconteça. Ele oferece garantia ampla para toda a estrutura e instalações de um imóvel, bem como eletrodomésticos, móveis, roupas e utensílios domésticos e pessoais.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então, leia este post até o final. Vamos falar sobre as obrigações na contratação desse serviço e seus benefícios. Confira!

Seguro incêndio é obrigatório?

O seguro incêndio é uma das questões mais polêmicas na hora de alugar um imóvel. Porém, a contratação desse serviço é essencial para garantir o ressarcimento de danos causados pelo fogo, bem como a segurança do imóvel e dos moradores. O seguro é obrigatório em casos de condomínios e prédios, em casos de casas, não existe a obrigatoriedade.

A obrigatoriedade na contratação e pagamento do seguro incêndio é do locador, mas a Lei do Inquilinato permite que esse processo seja repassado para o inquilino. Nesses casos, a legislação permite que o contrato tenha cláusulas que responsabilizam o locatário pelo pagamento do seguro.

Como funciona o seguro incêndio?

Os seguros residenciais contra incêndio contam com a cobertura básica para casas e apartamentos. Nesse último caso, é obrigação do condomínio contratar o seguro condominial, mas essa cobertura só abrange as áreas externas do local. Para cobrir as áreas internas dos apartamentos, os moradores devem fazer a contratação separada do seguro.

Em casos de destruição total ou parcial, o seguro condominial cobrirá imóveis particulares quando o fogo tiver origem na rede do condomínio. Já o seguro residencial, garante a proteção do imóvel e dos bens que nele estão em caso de incêndio. 

Quais riscos são cobertos pelo seguro incêndio?

Antes de contratar o seguro incêndio, é fundamental que o responsável conheça em detalhes todos os riscos que serão cobertos. Entre eles estão:

  • incêndio;
  • queda de raio dentro do terreno;
  • explosão de qualquer causa ou natureza;
  • danos elétricos;
  • impacto de veículos;
  • fenômenos da natureza, como vendaval, tornado, ciclone, furacão ou queda de granizo;
  • quebra de vidros.

Como contratar esse serviço?

Na hora de contratar o seguro incêndio, é preciso ter alguns cuidados para garantir a cobertura total em caso de acidentes. O recomendável é consultar um especialista em seguros para orientação da melhor solução. Através de informações, como o custo estimado para reconstrução do imóvel e a lista de bens, esse profissional é capaz de calcular o melhor seguro para aquele determinado imóvel.

Quais os principais benefícios do seguro incêndio?

O seguro incêndio é uma taxa de fundamental importância, tanto para o locatário, quanto para o locador. Não se trata apenas de uma burocracia, esse processo é essencial para a segurança e tranquilidade dos moradores e vizinhos. Conheça os principais benefícios do seguro incêndio:

Proteção de áreas comuns

Existem seguros diversos que cobrem também as áreas comuns dos condomínios, como garagens, jardins e portarias. Normalmente, esses serviços estão incluídos no seguro condominial feito pelo próprio condomínio.

Apesar de esse tipo de seguro não cobrir os apartamentos, o condomínio é obrigado a contratá-lo. Os moradores podem verificar se esse seguro está de acordo junto ao síndico ou a empresa administradora.

Segurança e vigilância

Caso algum incidente aconteça, os moradores precisam deixar seu imóvel e seus bens rapidamente. Por isso, grande parte das empresas oferecem vigilância e segurança do patrimônio. Essa proteção é importante para evitar que pessoas mal-intencionadas entrem e saqueiem o local. Além disso, esse tipo de vigilância é fundamental para proteger e orientar os moradores em casos onde haja risco de desmoronamento.

Reembolso de bens materiais

A seguradora também pode ressarcir os bens materiais afetados pelo incêndio, como móveis e eletrodomésticos. Mas, para isso, é preciso que conste no contrato a proteção desses itens. Assim, é fundamental fazer uma pesquisa detalhada sobre os serviços oferecidos pela seguradora para escolher a que oferece os melhores serviços. Sempre leia atentamente o contrato e questione o corretor sobre todas as possibilidades de cobertura de danos.

Proteção do imóvel

As empresas de seguro oferecem serviços, como reparos elétricos e hidráulicos e até mesmo pintura. Em situações onde a estrutura do imóvel ficou comprometida, a seguradora assume a responsabilidade pelos reparos e custeia a hospedagem dos moradores enquanto os problemas são solucionados. É importante atentar para ao tipo de seguro contratado para ter certeza que esses danos serão cobertos.

Isso porque em casos onde o incêndio foi culpa do morador, como uma panela esquecida no fogão, a justiça pode determinar que o morador arque com a reforma. Já em situações em que o fogo foi causado por problemas na rede elétrica, o proprietário do imóvel deve pagar o reparo dos danos. Em ambos os casos, a contratação de um seguro incêndio é a solução mais rápida e segura.

Tranquilidade dos moradores

Ter um seguro de incêndio oferece tranquilidade aos moradores caso algo aconteça. Nessas horas, é fundamental contar com uma empresa especializada para realizar todo o serviço de reparo dos danos. Por isso, contratar um seguro de incêndio é uma maneira de viver sossegado na própria casa e saber que, caso aconteça algo inesperado, a seguradora dará todo apoio e auxílio necessário aos moradores.

Portanto, o seguro incêndio é obrigatório e oferece proteção para casos de manutenção e reparo de casas e apartamentos que venha a sofrer danos pelo fogo. Desta forma, tanto o inquilino quanto o proprietário ficam resguardados e protegidos de ter que arcar com possíveis reparos. A Metropolis Brokers tem profissionais qualificados para orientar e dar todo o suporte aos seus clientes.

Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com os nossos corretores e tire todas as dúvidas! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.