Quais cuidados tomar ao instalar ar-condicionado em apartamento?

Instalar um ar-condicionado em apartamento pode não ser tão simples como se espera, sabia? Além dos cuidados tradicionais com potência, custo e ruído, é preciso se atentar às regras do condomínio.

Diferentemente de uma casa, em um apartamento não é possível apenas comprar o equipamento e instalá-lo no seu quarto. Provavelmente existem regras no prédio que precisam ser seguidas. Geralmente elas são sobre rede elétrica, estrutura do prédio e normas de condomínio.

Para ajudar você a entender o que deve fazer antes de instalar o ar-condicionado, explicamos, neste post, os pontos que merecem sua atenção. Veja!

Consulte as regras do condomínio

Infelizmente, a decisão de instalar um ar-condicionado no seu apartamento não é só da sua família, a menos que o espaço na parede já esteja pronto ou se os vizinhos já possuem o aparelho. Do contrário, é preciso consultar o síndico sobre essa possibilidade.

Alguns prédios já têm uma cláusula específica sobre o assunto no manual do condomínio, então é só consultá-la. Quando esse item não está descrito, é possível que a permissão ou não da instalação do ar-condicionado seja feita por votação de uma assembleia de moradores.

Pode parecer exagero, mas existem alguns pontos que os responsáveis pelo prédio devem levar em conta na hora de tomar uma decisão. Confira quais são eles:

  • harmonia arquitetônica do edifício, sobretudo da fachada;
  • consumo de energia, já que nem toda fiação elétrica está adequada para um ar-condicionado;
  • gotejo, aquele pinga-pinga que pode incomodar os vizinhos ou até danificar alguma pintura.

Certifique-se de que a estrutura do prédio é adequada

Para instalar um ar-condicionado em apartamento, é essencial conhecer a estrutura do prédio. Isso porque você terá que fazer intervenções para colocá-lo, mas tendo o cuidado para não afetar a tubulação de água, de esgoto ou a rede elétrica.

A acomodação do split, por exemplo, é mais simples do ponto de vista da abertura na parede, mas também exige atenção. A condensadora, peça que fica fora do apartamento, deve ficar em um local fresco e bem arejado, sem contato constante com o sol.

Já a evaporadora, que fica instalada nas paredes internas dos cômodos, deve ser colocada em um lugar de fácil acesso, já que limpezas e manutenções periódicas serão necessárias.

Confira a qualidade da rede elétrica

Como dito, uma das preocupações dos condomínios com a instalação do aparelho são as condições da rede elétrica. Algumas construções mais antigas não foram feitas pensando no uso do equipamento e, por isso, podem ser inadequadas para essa finalidade.

Por isso, consultar com um eletricista a qualidade da rede de instalação é um cuidado que todos devem ter antes mesmo da compra da máquina. Ninguém quer provocar uma sobrecarga elétrica no edifício, não é? Outro detalhe deve ser notado: a voltagem da sua região. Isso vai definir se deve optar por ar de 127V ou de 220V.

Viu como ter um ar-condicionado em apartamento exige atenção? Em algumas regiões do Brasil, esses aparelhos são muito necessários em razão do calor. Então, basta ter uma conversa com o síndico, se atentar à rede elétrica e à construção e escolher o aparelho que mais se adequa às necessidades da sua família!

Que tal permitir que seus amigos também confiram essas dicas? Compartilhe este post nas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.