Cachorro em apartamento: saiba quais cuidados você deve tomar

Ter um cachorro em apartamento é uma decisão que deve ser tomada com cautela e consciência. Ter um animalzinho em um espaço limitado requer alguns cuidados. Pensando nisso, reunimos neste artigo algumas dicas para você tratar o seu amigo de quatro patas da melhor forma.

Espaço disponível, rotina de exercícios e companhia para o cão são apenas alguns itens que merecem atenção. Mas não se preocupe, com as dicas abaixo e muito amor seu animalzinho pode viver feliz em um apartamento. Confira!

Evite espaços apertados

Sabemos que nem todo apartamento tem bastante espaço disponível e isso deve ser levado em conta na hora de adotar um bichinho. De toda forma, não é adequado deixá-lo preso em ambientes pequenos como varandas e áreas de serviço.

Espaços como esses não são grandes o suficiente para o cão se exercitar e brincar — o que é muito importante. Além disso, as chances de ele se sentir sozinho são bem maiores, sem contar que a solidão resulta em latidos e uivos. Então, evite!

Não o deixe muito tempo sozinho

Desde pequeno, é importante deixar o filhote algum tempo sozinho, para que se acostume com a ausência da família — afinal, todo mundo tem afazeres a cumprir. No entanto, os cães não podem ficar muito tempo sem companhia, já que eles costumam sofrer nessa situação. Em muitos casos, o bichinho se quer comer enquanto está sozinho e isso é realmente prejudicial para a sua saúde.

Sempre separe algum período do dia para dar atenção ao cachorro. Brinque, corra, dê carinho e fique por perto. Isso pode ajudar a compensar os momentos que ele passa sem ninguém por perto.

Programe passeios diários

Todos os cães merecem e precisam de momentos de passeio com contato com a natureza e outros cachorros. Quando o bichinho é criado em apartamento, essa se torna uma necessidade ainda maior, tendo em vista que ele costuma ter menos espaço para se exercitar.

Procure levá-lo à rua pelo menos uma vez ao dia. Se for possível fazer mais passeios, ainda melhor. Além de ser uma boa oportunidade de fazer as necessidades, a saída ajuda a diminuir o estresse de ficar no apartamento.

Busque companhia para o cão

Todo mundo merece ter um amigo, não é? Com os cães não é diferente. Levá-lo para socializar com outros animais é uma ótima forma de gastar a energia do seu pet e ainda deixá-lo mais feliz.

Se a família optar por ter um novo animalzinho dentro de casa, é preciso conhecer o perfil comportamental de ambos para saber se ficariam bem juntos. No geral, algumas raças são mais dóceis e fáceis de manter em apartamento, como poodle, maltês, pug, shih tzu, yorkshire, entre outros.

Ofereça brinquedos e ossos

Uma preocupação recorrente de quem tem cachorro em apartamento é a conservação de móveis e demais objetos, que podem virar a diversão de um pet ansioso. Para evitar esse comportamento, é essencial ter brinquedos e ossos para roer disponíveis para o cão.

Esses itens ajudam a aliviar o tédio e demais problemas comportamentais que um cachorro sem ter o que fazer pode enfrentar. Sem contar que as chances dos seus móveis serem roídos diminuem bastante.

Como vimos, ter um cachorro em apartamento exige cuidado, mas é perfeitamente possível se feito com a atenção e carinho necessários. Atente-se ao espaço em que o animal vai ficar, disponibilize brinquedos, planeje passeios e procure sempre estar por perto do seu melhor amigo peludo!

Este conteúdo foi útil para você? Então,aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e dividi-lo com os amigos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.