Entenda o que é e como funciona uma permuta de imóveis

A permuta de imóveis vem crescendo a cada ano como uma alternativa de pagamento que pode ser vantajosa para as partes envolvidas. É uma forma de facilitar as transações imobiliárias, principalmente em momentos de crise, já que o mercado exige grandes quantias de dinheiro e pode acabar endividando aquele que não consegue se planejar financeiramente para comprar a casa própria.

A permuta é uma modalidade de negociação em que duas partes trocam os bens ao mesmo tempo. Esses patrimônios podem ser casas, terrenos, apartamentos ou imóveis comerciais.

Parece interessante, não? Quer saber mais sobre o assunto? Confira neste post!

Como funciona a permuta de imóveis?

A permuta imobiliária acontece quando duas partes estão interessadas nos imóveis oferecidos. Entretanto, é preciso cautela para que a transação seja segura. Ainda, é importante lembrar que isso deve ser bastante planejado e sempre acordado.

A troca não precisa, necessariamente, ser feita entre bens de valores semelhantes. Desde que ambos concordem, um deles pode compensar com pagamento em dinheiro.

A legislação já prevê a transação e é reconhecida como uma negociação legal, ou seja, pode ficar tranquilo com relação a medidas que necessitem ser tomadas em caso de problemas. Logo, a permuta deve acontecer sob proteção da justiça, com um contrato detalhado. Sempre deixe claro os valores envolvidos, tanto dos imóveis quanto das compensações que podem ocorrer.

Sendo assim, procure fazer uma avaliação com profissionais, para garantir imparcialidade nos valores estipulados no contrato.

Como deve ser o contrato de permuta de imóveis?

Para o respaldo legal, é extremamente necessário que haja um contrato assinado entre as partes que realização a permuta imobiliária.

As negociações devem ser feitas por meio de escritura pública e com tudo devidamente registrado em cartório. Coloque com clareza o valor dos imóveis e a documentação dos proprietários. Outro ponto importante é definir quem será responsável pelos tributos de cada bem e quando serão entregues e devolvidos.

O valor da escritura deve ser dividido entre as partes. Em geral, esse documento custa de 4% a 6% dos imóveis. A maior vantagem da permuta é que a negociação é isenta de Imposto de Renda (IR) quando os bem têm o mesmo valor.

Para quem a permuta é indicada?

A permuta pode ser vantajosa para pessoas com diferentes objetivos. Quem busca comprar um bem novo, sabe que pode demorar para guardar e economizar o dinheiro. Ainda, muitas vezes, é difícil vender um imóvel rapidamente.

Agora, com a permuta a mudança pode ser, inclusive, em caráter emergencial.

Proprietários de terrenos, que desejam transformá-los em imóveis novos, também podem ver na permuta uma grande vantagem. Você pode realizá-la com uma construtora em troca de uma ou mais unidades do empreendimento. Isso será bastante lucrativo.

Investidores em busca de imóveis para diversificar os negócios podem realizar a permuta para partir a novos nichos e desafios.

Famílias que precisam mudar de cidade também podem se beneficiar, já que o imóvel próprio é mantido e é possível realizar a mudança com menos burocracia e pouco investimento financeiro.

Agora que você já sabe o que é a permuta de imóveis, aproveite e confira também as vantagens de contar com a ajuda de uma imobiliária!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.