Entenda o que é e como funciona o financiamento de imóveis

Entender o que é e como funciona o financiamento de imóveis é essencial tanto para quem está a procura de um propriedade melhor quanto para quem quer realizar o sonho da casa própria. Sabendo disso, produzimos este conteúdo a fim de te ajudar a entender de uma vez por todas o que é e como funciona o financiamento de imóveis. Boa leitura!

1. O que é o financiamento de imóveis?

Toda pessoa que quer comprar um imóvel, sabe do desafio que é juntar dinheiro para fazer um alto investimento como esse. Por isso, bancos oferecem um empréstimo ao consumidor como forma de realizar esse sonho, quitando sua dívida com o vendedor e parcelando esse valor, acrescido de juros, a fim de possibilitar a realização desse investimento. Assim, mesmo que você não tenha o valor total para pagar o imóvel que tanto quer, poderá recorrer a uma instituição financeira que lhe fará o empréstimo. Claro que é primordial se organizar financeiramente a fim de não pagar multas e sofrer consequências mais sérias como a perda do empreendimento e seu leiloamento. Continue lendo e entenda melhor.

2. Como funciona o financiamento de imóveis?

São muitos os bancos e muitas as formas de financiamento que oferecem. Entre eles, podem variar as condições de pagamento, os juros cobrados, o tempo de contrato e quanto será possível financiar do valor total do imóvel. Todavia, algumas regras básicas costumam valer para as mais diversas situações. Inicialmente, você precisa preparar os seguintes documentos ao iniciar um processo de negociação com um banco, como:

[list][list-child icon=”fa-check”]RG e CPF com original e cópia, se for casal, de ambos;[/list-child][list-child icon=”fa-check”]comprovante do estado civil;[/list-child][list-child icon=”fa-check”]comprovante de renda, podendo ser desde holerites, extrato bancário e declaração do imposto de renda, se for casal, de ambos.[/list-child][/list]

Profissionais autônomos podem utilizar contratos de serviço, declaração do imposto de renda, documentos sindicais e demais registros oficiais que possam comprovar seus rendimentos. Outros casos como ambulantes, trabalhadores rurais e profissionais que não se encaixam na categoria de assalariado ou autônomo, devem recorrer ao banco e consultar qual a melhor forma de comprovar suas rendas. Outro ponto importante a ser lembrado é que o banco pode realizar uma avaliação do imóvel escolhido por você a fim de averiguar se o preço praticado está compatível com o mercado e os atributos da residência.

3. Quais as formas de financiar um imóvel?

No Brasil, as duas principais formas de financiamento acontecem por meio do Sistema de Financiamento Habitacional (SFH) e o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). No Sistema de Financiamento Habitacional (SFH) é possível utilizar o FGTS como parte do pagamento. As condições de qual a renda familiar máxima permitida, o quanto pode ser financiado do imóvel tanto quanto os valores máximos das propriedades, sofrem variação de acordo com o período e a região do país. É necessário ficar atento às publicações oficiais da Caixa e do governo federal para saber como estão os parâmetros. No caso do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), as condições de pagamento determinam que as parcelas não poderão ser maior que 30% da renda familiar, nem juros maiores que 12% ao ano. Porém, quando o SBPE é realizado fora dos preceitos do SFH, esses limites podem ser ignorados e exigir maior organização financeira por parte do comprador. Se você gostou de saber o que é e como funciona o financiamento de imóveis, curta a nossa página no Facebook. Sempre temos o melhor conteúdo sobre o mercado imobiliário a fim de ajudar você a conquistar os seus sonhos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.