Comprar ou alugar um imóvel? Saiba o que levar em consideração

Adquirir a casa própria é um dos sonhos da maioria dos brasileiros, mas nem todos conseguem realizá-lo. Grande parte das pessoas mora em imóveis alugados por falta de planejamento ou por não conhecer os meios para comprar sua própria casa ou apartamento. Assim, comprar ou alugar um imóvel é uma dúvida que as pessoas costumam ter. É essencial para o bem-estar das famílias terem uma moradia segura, aconchegante e tranquila. Pensando nisso, preparamos este post para que você saiba mais sobre o mercado imobiliário. Continue lendo!

Aluguel

O aluguel de imóveis é mais indicado para as pessoas que precisam de uma moradia para curto prazo, pois esse tipo de negócio não é muito vantajoso para o inquilino. A taxa de aluguel, geralmente, não é muito barata, mas isso dependerá das qualidades da casa que o interessado desejar. Com um planejamento bem desenvolvido, certamente, você conseguirá pagar a parcela de seu imóvel próprio com o dinheiro que gastaria com um aluguel. Nesse sentido, no final você vai morar em um móvel de seu gosto e ainda conquistará um patrimônio.

Planejamento da vida financeira

Em primeiro plano, você precisa planejar sua vida financeira, já que é preciso ter uma visão de como e por que o seu dinheiro é gasto. Após conhecer o valor reservado para moradia, alimentação, lazer, transporte e outros, você conseguirá eliminar o que não é prioridade. Por meio dessa economia, sem dúvida, a pessoa poderá juntar certa quantia de dinheiro para o seu futuro investimento. Essa etapa sempre é difícil de desenvolver, mas existem aplicativos de celular que fazem isso por você para facilitar seu objetivo econômico.

Financiamento

financiamento imobiliário é um processo de contratação de crédito que ajuda você no pagamento da compra de um imóvel. Alguns bancos têm seus tipos de serviços voltados para o atendimento desse propósito. O banco faz o pagamento do valor da casa e financia o dinheiro repassado ao dono da propriedade que você optou comprar. A instituição financeira cobrará juros em cima do montante emprestado e você terá alguns anos para quitar a dívida. Além disso, enquanto o cliente não pagar a última prestação do financiamento, a casa não pode ser usada para outro tipo de negócio, por exemplo, a venda dela. No Brasil existem vários tipos de financiamentos imobiliários, como:

[list][list-child icon=”fa-check”]SACRE: é a sigla de Sistema de Amortização Crescente, isto é, as prestações desse empréstimo começam a crescer até certo período, porém depois começam a diminuir gradativamente;[/list-child][list-child icon=”fa-check”]SFH: é a sigla de Sistema Financeiro de Habitação, criado pelo Governo Federal. Um ponto positivo deste empréstimo é o uso do recurso do FGTS, quer dizer, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. É uma vantagem para aqueles trabalhadores que têm 3 anos de serviço em empresas particulares.[/list-child][/list]

Em resumo, quando você for decidir entre comprar ou alugar um imóvel leve em consideração o seu bem-estar e a da sua família. A qualidade de vida das pessoas precisa estar em primeiro lugar garantida por uma moradia, segura, confortável e bem localizada. E aí? Gostou do nosso guia para você considerar se vai comprar ou alugar um imóvel? Então, curta a nossa página no Facebook para não perder nenhuma novidade!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.